Primeiros passos com sua primeira empresa

Seguir

Introdução

O objetivo deste artigo é trazer um conjunto de recomendações e boas práticas para quem está começando no mundo empresarial. Ao final do artigo, o empresário saberá quais são as suas principais obrigações, evitando multas e problemas fiscais para sua empresa.

Rotinas da empresa

As rotinas de uma empresa variam de acordo ao seu regime de tributação. Neste artigo, abordaremos as rotinas dos regimes de tributação Simples Nacional e Lucro Presumido.

Rotinas específicas para uma empresa Simples Nacional

Uma empresa no regime Simples Nacional deve, basicamente, pagar a sua guia mensal do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), que vence no dia 20 de cada mês subsequente a um mês em que houve faturamento, e cujo valor é calculado com base neste faturamento.

A alíquota de impostos do Simples Nacional varia de acordo com as atividades que uma empresa realiza, e sofre uma diferenciação crescente à medida em que a empresa passa a ter um faturamento anual maior. Portanto, para saber o quanto a sua empresa vai pagar de impostos, é necessário identificar em que anexo as atividades da empresa se enquadram, e também o somatório dos 12 meses anteriores de faturamento.

De forma geral, a grande maioria das empresas Simples Nacional que faturam abaixo de R$180.000,00 anuais, pagam 6% sobre o faturamento da empresa.

Para uma visão mais detalhada, visite este artigo: Rotinas de uma empresa Simples Nacional

 

Rotinas específicas para uma empresa Lucro Presumido

Uma empresa no regime Lucro Presumido deve pagar, mensalmente, três guias de impostos distintas (ISS, PIS e COFINS) e, trimestralmente, outras duas guias (IRPJ e CSLL).

As alíquotas destes impostos incidem sempre sobre o faturamento do mês ou trimestre anterior.

Para saber os valores das alíquotas e suas respectivas datas de vencimento, assim como outras rotinas mensais, visite este artigo: Rotinas de uma empresa Lucro Presumido

 

Regras e rotinas gerais para toda empresa

O faturamento mensal de uma empresa é calculado com base na soma do valor bruto de todas as notas fiscais emitidas pela empresa no mês.

Além dos impostos descritos acima, o empresário paga taxas municipais anuais, e deve renovar o certificado digital da sua empresa anualmente.

Por fim, toda empresa também precisa renovar, anualmente, o seu alvará de funcionamento, e isto é regulado pela prefeitura do município em que está registrada.

 

Emitindo notas fiscais

Uma empresa deve emitir notas fiscais por todos os serviços que presta. A nota fiscal é o único documento que pode legitimar o faturamento de uma empresa, portanto nunca deixe de emitir as suas notas fiscais.

O painel de controle da Agilize oferece a possibilidade de emitir suas notas fiscais através do próprio painel, de maneira simples, rápida, e com uma série de recomendações automáticas que diminuem bastante a chance de cometer um erro na emissão.

Para instruções detalhadas sobre como emitir as suas notas, visite este artigo: Como emitir uma nota fiscal

Na emissão de notas fiscais, pode ser necessário fazer a retenção de impostos na fonte pagadora (Seu cliente, ou tomador do serviço). Para entender sobre retenção na fonte, visite este artigo: Retenção na fonte: Como funciona?

 

Recomendações importantes para toda empresa

  1. Sempre emita notas fiscais por todo serviço prestado que implique em dinheiro recebido na conta bancária da empresa.
  2. Nunca transfira dinheiro da conta bancária da sua empresa para a conta bancária de um terceiro, a menos que este seja um sócio, funcionário da empresa ou prestador de serviço autônomo capaz de emitir notas fiscais.
  3. Sempre exija e armazene as notas fiscais correspondentes a toda e qualquer despesa da sua empresa.
  4. Nunca utilize a conta bancária da sua empresa para gastos pessoais como, por exemplo, a compra de gasolina para um veículo pessoal, ou o pagamento da escola dos filhos.
  5. O não pagamento de impostos e taxas implica no acúmulo de multa e juros que jamais prescrevem. Além disso, o empresário que deve impostos fica impedido de emitir certidões negativas, que por sua vez podem impedir a sua empresa de participar de editais, ou até mesmo de receber pagamentos de grandes empresas como, por exemplo, o SEBRAE ou a PETROBRÁS.
  6. Empresas do regime Simples Nacional devem ter um cuidado especial com o pagamento de impostos, pois acumular muitas dívidas pode implicar em um desenquadramento automático do regime de tributação Simples Nacional, o que é irreversível até o início do ano seguinte.

Certificado digital

O certificado digital é um documento digital que precisa ser renovado anualmente por toda empresa. É através do certificado digital que a Agilize garante a qualidade do serviço prestado aos seus clientes, pois faz toda a automatização dos seus processos internos, que envolvem desde o cálculo de impostos até o envio de declarações acessórias.

Para entender porque um cliente Agilize deve ter sempre o seu certificado digital em dia, visite este artigo: Porque o Certificado Digital é indispensável para a Agilize?

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

Comentários

  • Avatar
    Suzane Villeroy

    Prezado Ricardo, bom dia!

    estou começando meus trabalhos com este grupo e estou achando de extrema pertinência suas informações.
    abs.,

  • Avatar
    Meire Silva

    Já passei por esse processo e qual será o próximo passo para dar continuidade a empresa junto a contabilidadde.

  • Avatar
    Thiago Anitelle da Silva

    Muito informativo.

Powered by Zendesk